Comércio de Divinópolis

Avanço da COVID-19 ameaça flexibilização do comércio em Divinópolis

Com aumento de 60% das mortes em decorrência da COVID-19 entre julho e agosto, em Divinópolis, região Centro-Oeste de Minas Gerais, o Comitê Municipal de Enfretamento à doença emitiu alerta para a probabilidade da cidade retroagir no programa Minas Consciente. Com várias atividades econômicas flexibilizadas, se não houver controle do avanço da contaminação pelo novo coronavírus, apenas serviços essências poderão funcionar.

Além de Divinópolis, no caso da microrregião, outras cidades podem regredir para a Onda Vermelha, como Itapecerica, Perdigão, Araújos, Cláudio e São Sebastião do Oeste. Itapecerica, por exemplo, pulou de 41 casos confirmados para 81, segundo a última atualização do boletim.





Com 13,3% dos casos da Macrorregião Oeste, conforme o último balanço divulgado na sexta-feira (28) pela Secretaria de Estado de Saúde (Ses), Divinópolis acumulou 865 notificações na última semana de referência, a 34ª. Nos últimos sete dias houve acréscimo de 14,6% (1,7 ponto percentual a mais que a média estadual). O número médio de novos casos aumentou 32,5% nos últimos 14 dias, apontando tendência de alta. 

Os indicadores analisados no Minas Consciente são taxa de incidência; taxa de ocupação de leitos UTI Adulto; taxa de ocupação por COVID-19; leitos livres por 100 mil habitantes; porcentagem de aumento de positividade da incidência; porcentagem de variação de positividade dos exames PCR, porcentagem de aumento da positividade dos exames PCR. Os dados são agregados, conforme peso e nota de cada indicador.

Avanço

Dados da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) de Divinópolis, usados para embasar o alerta, mostram que, até a sexta-feira (28), 81 pacientes estavam internados com quadro clínico compatível com a doença. Em 24 horas, foram 71 novas notificações. Em todo o mês de julho, Divinópolis teve 10 mortes no total. Este mês, até sexta-feira (28) foram 15.

Mais uma morte foi confirmada nesta segunda-feira (31), após a emissão do alerta, subindo, para 16 em agosto e para 37 desde o início da pandemia. São 1.029 casos confirmados da doença e 908 pacientes recuperados.

Novas medidas

Em nota, a prefeitura informou que, ao aderir ao programa Minas Consciente, adotou novas medidas de combate e enfrentamento à doença. “A população, por sua vez, afrouxou essas medidas de segurança, colocando em risco a saúde dos cidadãos e a situação de Divinópolis”, afirmou. 

O comitê discutirá ações que possam ser tomadas para restringir o funcionamento de alguns setores e, consequentemente, baixar a pontuação, a fim evitar a entrada da cidade na Onda Vermelha. O órgão não antecipou quais poderão ser os segmentos atingidos com essas novas medidas.

Com a adesão ao programa estadual, no início deste mês, a cidade permitiu a reabertura de bares com consumo de bebidas alcoólicas no local . Também foi liberado ensino de esportes, como escolinhas de futebol. Os demais setores, como academias e agências de turismo, já estavam reabertos.

A próxima reunião do comitê ainda será agenda, segunda a assessoria de comunicação da prefeitura.

Copyright © Estado de Minas

Leave a Reply